3
3
Apoio a cuidadores
Apoio a cuidadores
slide formacao1
slide formacao1
previous arrow
next arrow

Prevenção de Quedas

collagebb

Sabia que a maior percentagem de quedas ocorre em casa?

É precisamente no ambiente em que nos sentimos mais protegidos que o risco é maior. Para prevenir, há cuidados específicos a ter, sobretudo em zonas de risco como as casas de banho ou cozinhas. Treinado para identificar os perigos e aconselhar sobre os procedimentos mais correctos, o terapeuta ocupacional é seu aliado na prevenção de quedas.

Formação sobre prevenção de quedas

• Factores preditivos de queda • Causas e consequências da osteoporose • Capacidade motora e exercício físico • Capacidade cognitiva e treino cognitivo • Hábitos de higiene e alimentação • Análise dos ambientes de desempenho • Como eliminar factores de risco

Saiba mais sobre Prevenção de Quedas:

Na idade sénior a diminuição do equilíbrio, as patologias e acção de medicamentos, as alterações da mobilidade, cognitivas e outras contribuem para um aumento da frequência e gravidade das quedas. Estas são muitas vezes causa de fracturas, contribuindo para a redução da autonomia e do envolvimento ocupacional. A seguir a uma queda é comum o idoso sentir medo de voltar a cair, o que por sua vez conduz à sedentarização, e esta à perda de massa muscular, apatia e deterioração do estado cognitivo, bem como da auto-estima. Muitos idosos preferem manter-se quietos em casa, onde se sentem mais seguros, para prevenir as quedas. Mas é precisamente o oposto que deveriam estar a fazer.

O que pode e deve fazer para evitar as quedas: – Manter a actividade física; – Manter a actividade cognitiva; – Eliminar os tapetes; – Eliminar obstáculos; – Manter tudo bem arrumado; -Evitar o derrame de líquidos no chão da cozinha e casa de banho; -Colocar barras de apoio fixas na casa de banho; -Tomar banho com um banco ou cadeira de banho; – Secar-se dentro da banheira; – Ter em casa luz suficiente, de preferência natural; – Usar luz de presença durante a noite; – Usar vestuário bem adaptado ao seu tamanho; – Substituir os chinelos por sapatos com sola antiderrapante; -Usar apenas auxiliares de marcha adaptados para o seu caso específico.

Veja também:

Formações relacionadas: Proteção Articular | Transferências e Posicionamentos | Organização e Planeamento | Formações à medidaArtigos relacionados: Proteção Articular e Conservação de Energia | Prevenir é o melhor remédio | A Atividade da pessoa idosa – ameaça ou benefício? |