Ergonomia e Postura Corporal

collagem

Segundo um Estudo da Universidade Católica de Lisboa de 2011, 7 em cada 10 portugueses sofrem de dores nas costas, sendo este sintoma a segunda causa mais frequente de idas ao médico. O mesmo estudo aponta custos superiores a 730 milhões de euros devido ao absentismo e reformas antecipadas relacionados com as dores nas costas, nos quais não estão incluídos custos com tratamentos, exames ou consultas. No local de trabalho as dores nas costas são causa não apenas de absentismo, mas também de presentismo, isto é, os trabalhadores que apesar de se encontrarem de serviço não o fazem nas melhores condições, nem dando máxima rentabilidade.

Formação sobre Ergonomia e Postura

A formação sobre ergonomia e postura corporal dota os trabalhadores dos diversos departamentos – e tendo em conta o tipo de trabalho efectuado em cada um – de informação e ferramentas para prevenir e minimizar as dores nas costas e outras que influenciam o seu desempenho, focando nomeadamente:

– Causas da postura incorrecta

– Constituição física e postura corporal

– Efeitos do stress e tensão emocional

– Vícios comportamentais

– Adaptação dos ambientes de desempenho

– Organização do material de trabalho

– Conselhos no uso de computador e rato

– Regras de protecção articular e conservação de energia

– Manuseamento e transporte de cargas

– Plano de ginástica laboral

Veja também:

Formações relacionadas – Transferências e Posicionamentos | Proteção Articular | Organização e Planeamento | Formações à medida

Artigos relacionados – Ergonomia regulamentada no local de trabalho | Doenças profissionais – mais vale prevenir do que pagar | Devia fazer pausas mas não faz? Leia isto. |