Formação: Adaptação do Posto de Trabalho

collage

Na maioria das empresas, os postos de trabalho são semelhantes quer o utilizador meça 1,50m ou 1,90 de altura, quer tenha doença crónica ou seja saudável, quer tenha ou não deficiência. Portugal apresenta uma taxa de doenças neuro-músculo-esqueléticas superior à media da União Europeia, entre as quais hérnias, parestesias, tendinites e síndrome de túnel cárpico, com graves consequências para a assiduidade e produtividade.

Conheça procedimentos simples e pouco onerosos que permitem adaptar os postos de trabalho às características e necessidades de cada indivíduo. Previna as doenças neuro-músculo-esqueléticas e atenue os seus sintomas.

Conteúdos:

Um Terapeuta Ocupacional irá realizar a avaliação das posturas e características dos postos de trabalho, analisando os seguintes pontos:

  • – Características do trabalhador
  • – Trabalho realizado
  • – Posturas adoptadas
  • – Forças e esforços
  • – Duração das tarefas
  • – Repetição das tarefas
  • -Ambiente e organização
  • – Baixas e condições de saúde

Desta forma vai certamente conseguir um melhor ajustamento de cada pessoa ao seu trabalho e assegurar, simultaneamente, maior eficiência e bem-estar.

Veja também:

Formações relacionadas – Ergonomia e Postura | Transferências e Posicionamentos | Proteção Articular | Organização e Planeamento | Formações à medida

Artigos relacionados – Ergonomia regulamentada no local de trabalho | Doenças profissionais – mais vale prevenir do que pagar | Devia fazer pausas mas não faz? Leia isto. |